Arquivos Mensais: Julho 2016

POKÉMONS!

O Pokémon Go é das mais recentes e felizes invenções! Abençoado jogo que pôs meio mundo à procura de Pokémons, de ginásios de treino de Pokémons, eu sei lá que mais… E ponho-me a pensar no que é que andaria … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Etiquetas | 1 Comentário

Arte & Capeia

A Capeia é uma das mais expressivas manifestações de tauromaquia popular do país, tendo como espaço de vivência a raia sabugalense. É no mês de Agosto que a Capeia se manifesta mais autêntica, mais participada, enquanto identitária das comunidades onde … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | 1 Comentário

Pensamento do Dia!

O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela. (Fernando Pessoa)    

Publicado em Pensamento do Dia | Publicar um comentário

Pensamento do Dia!

Pouco se pode esperar de alguém que só se esforça quando tem a certeza de vir a ser recompensado. (José Ortega y Gasset)

Publicado em Pensamento do Dia | Publicar um comentário

Pensamento do Dia!

Há horas na vida em que a mais leve contrariedade toma as proporções de uma catástrofe. (Camilo Castelo Branco)

Publicado em Pensamento do Dia | Publicar um comentário

Pensamento do Dia!

Deveríamos usar o passado como trampolim e não como sofá. (Harold MacMillan)

Publicado em Pensamento do Dia | Publicar um comentário

Pensamento do Dia!

Se não demorares muito, espero por ti toda a vida. (Oscar Wilde)

Publicado em Pensamento do Dia | Publicar um comentário

Eu sozinho não me sinto

“«Eu sozinho não me sinto», assegurou, sem desfazer o ar risonho, ainda que um tanto triste. «Procuro não estar sozinho. Não paro.» De manhã é vê-lo num autocarro com destino a Manchester. Estuda inglês. Frequenta a biblioteca. Vai tomar café … Continuar a ler

Publicado em exCitações Fascinantes | Publicar um comentário

Ontem à noite…

Ontem à noite desenhei as palavras a que hoje dou forma. É mais ou menos assim o que não sei como é: O horizonte foi-te engolindo Já não te vejo Mas sei-te lá, sempre mais longe Tão longe que virei … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Publicar um comentário

Vou ali p’ró pé de mim

Às vezes é preciso ter paciência para deixar assentar a poeira antes de nos metermos ao caminho, antes de retomarmos os percursos rotineiros com que se fazem os dias e as noites. E é à noite, na penumbra de um … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Publicar um comentário