Vou lá voltar, vou, ‘O Quim’!

Restaurante o QUIM‘O Quim’ é um restaurante acolhedor, familiar, informal, que serve comida ‘caseira’, de panela que é como a Dona Clara melhor a sabe fazer e onde coloca aquele amor que faz da simples comida que mata a fome néctar dos deuses do Olimpo… Fui lá para almoçar e saí de um repasto!

A caminho dos Forcalhos, estômago a dar horas – eram horas de assim ser -, quase ao sair de Aldeia Velha, ali estava ‘O Quim’ como que a dizer: – Onde vais, se aqui podes comer?!
Penetrei no espaço e ao franquear a porta do restaurante que me separava da canícula:
– É para almoçar!
A boa disposição do Ricardo Pires acolheu-me num aperitivo partilhado – o Ricardo nunca recusa um brinde a um amigo e para isso é preciso que ambos molhem o bico -, resguardando-me, assim, das vistas da mesa que estava a ser limpa e posta para o meu almoço.
Casa quase cheia, comensais em amena e recolhida cavaqueira, sem aquela autêntica poluição sonora de tantos restaurantes de que apetece fugir tal o alarido. Mesa posta, vamos ao que interessa: ‘rancho’!
Rancho faz-me salivar, qual cão de Pavlov, só de ouvir, apesar de a memória gustativa que guardo do rancho ser muitíssimo mais agradável do que os ‘rancho’ que por aí tenho comido, o que já me deveria ter condicionado a fugir só de ouvir o nome.
Pois que venha ele! Mas antes, um Patê Ibérico Pedro Ximenez com passas sobre um pão fresco, apetitoso, como raramente se vê em restaurantes, a fazer justiça ao que de melhor algumas das melhores padarias do concelho fazem.
O ‘vinho da casa’, que não envergonhava o dono, condizia tão bem com o patê que, ‘noblesse oblige’ e a GNR controla, foi preciso ralhar às goelas sequiosas de mais um gole, qual penálti à Cristiano Ronaldo: UH!
Entretanto, eis que chega o rancho pelas mãos da simpática Joana, que sorridente me desejou ‘bom apetite’, apesar da minha fome prescindir de tais elegantes desejos perante as vistas do esperado prato. Melhor seria dizer, ‘bom proveito’!
Comi. Ou melhor, degustei voluptuosamente, já não para matar a fome, mas apenas embalado no saborear delicioso do que pela boca entrava.
Alheio ao mundo, foi só quando o bom queijo caseiro – daquele que ainda usa o cardo – me veio fazer companhia que reparei num esplêndido touro, altivo, que me mirava (seria Miura?) de frente, seguro do seu território, impávido e sereno, estático, sem pingo de ameaça, dando um colorido artístico ao espaço da sala, não vá o freguês esquecer que estamos nas ‘Terras do Forcão’.
Fui almoçar e saí de um repasto!
‘O Quim’ é um restaurante acolhedor, familiar, informal, que serve comida ‘caseira’, de panela que é como a Dona Clara melhor a sabe fazer e onde coloca aquele amor que faz da simples comida que mata a fome néctar dos deuses do Olimpo… o frango assado, à 2.ª, o cozido, à 3.ª, a feijoada e o rancho à 4.ª, o guisado de borrego e de vitela à 5.ª, e à 6.ª o bacalhau cozido com grão.
P.S. Esta minha prosa não expressa, minimamente, o encómio merecido pelo ‘O Quim’, nem se deve a nenhum almoço grátis! Para poder aludir ao prazer do almoço tive de pagar os 7 euros devidos pela refeição.
Vou lá voltar, vou!
Norberto Manso

 

Esta entrada foi publicada em Divulgação com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Vou lá voltar, vou, ‘O Quim’!

  1. Sérgio Jorge diz:

    Mais palavras para quê? No comentário anterior está tudo dito, comida reconfortante, caseira acompanhada de bom vinho e o belo queijo no final, só para terminar o ultimo copo, tudo acompanhado de muita simpatia. Já fui muitas vezes e volto sempre que posso.
    Sérgio Jorge

    Liked by 1 person

Obrigado pelo seu Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s