Arquivo da Categoria: Reflexões Norbertinas

O AMOR QUE SE FAZ, O QUE SE FAZ DO AMOR?

Sexo e amor andam de braço dado numa relação muito complexa, o que não quer dizer complicada. Podemos amar sem fazer amor; podemos fazer amor sem amar; podemos fazer amor com quem amamos. Se calhar, muitos já passaram, de alguma … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Publicar um comentário

A cultura imaterial não se pode hierarquizar

O concurso na RTP, “Sete Maravilhas da Cultura Popular”, foi um verdadeiro atentado à cultura, às comunidades e às manifestações e expressões da cultura imaterial. Submeter manifestações culturais à votação do público para eliminar umas e eleger outras, não dignifica … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Etiquetas | Publicar um comentário

PREVINE COVID

Mais uma vez o uso e abuso de anglicismos de um novo-riquismo saloio, típico dos que comem sardinha e arrotam a gambas, ou dos Beati pauperes spiritu Factos: Foi apresentada a app StayAway Covid “que pretende identificar potenciais exposições a … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Etiquetas , | Publicar um comentário

O senhor democrata é a morte. Todo o mortal tem de morrer

Todos os seres humanos são iguais em virtude de condicionamentos fisiológicos elementares. Eles necessitam de oxigénio e proteínas. Têm de dormir e defecar. O senhor democrata é a morte. Todo o mortal tem de morrer. (George Steiner, Fragmentos, Relógio D’Água, … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Publicar um comentário

O desenvolvimento do concelho depende de todos nós

Em 2006 (ó deuses! Já lá vão 14 anos), solicitou-me o jornal Cinco Quinas uma entrevista onde agora tropecei por acaso…. Transcrevo a penúltima pergunta e a respectiva resposta:

Publicado em Reflexões Norbertinas | Publicar um comentário

Conspirações!

“A razão é a maior puta do diabo… que deveríamos pisar com os pés e destruir, ela e a sua sabedoria. Atira-lhes excrementos para o rosto para a tornar feia. Ela é e deve ser afogada no batismo. Merecia, a … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Amizades!

“Éramos amigos e agora somos estranhos um ao outro. Mas não importa que assim o seja: não procuremos escondê-lo ou calá-lo como se isso nos desse razão para nos envergonhar. Somos dois navios cada um dos quais com o seu … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Etiquetas | Publicar um comentário

Soito – Sabugal: mortalidade em 1918

Há 102 anos, em 1918, a pneumónica – gripe espanhola, também conhecida como gripe de 1918 – matou mais de 50 milhões de pessoas em todo o mundo. Em Portugal matou mais de 60 mil. Há uns anos, no âmbito … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Em defesa da Língua Portuguesa

Em defesa da Língua Portuguesa Ou, Por uma Língua Portuguesa, Limpa e Segura  Ao assinalar a importância da Língua Portuguesa com um Dia Mundial, em que se sucedem iniciativas mais ou menos institucionais, apologéticas de uma honrosa classificação (4.ª língua … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Etiquetas , , | Publicar um comentário

É uma escolha gostar do azul se se conhecerem as cores do arco-íris!

A crença não é, a maior parte das vezes, uma opção. Só seria opção se as pessoas fizessem uso e emprego do raciocínio científico, lógico, se as pessoas tivessem ferramentas intelectuais para pensar com objectividade, se as pessoas dominassem a … Continuar a ler

Publicado em Reflexões Norbertinas | Etiquetas , | Publicar um comentário